O estilo musical gauchesco mostra também origens fortes na música flamenca espanhola, e na música portuguesa. Os campos harmônicos bem arranjados, denotam ritmos bem elaborados e melodias com dois ou mais violões. Com uma formação harmônica/melódica complexa, a música tradicionalista torna-se difícil de ser interpretada em alguns casos, por outros grupos ou músicos que não possuem ligação direta com a cultura gaúcha.
Entre os principais ritmos de música nativista estão: a milonga, o chamamé, a chamarra, a polca, a valsa, a vanera (com suas variantes vanerão e vanerinha), o bugio e a rancheira.